BANHO DE ARQUITETURA


As fotos acima são das Termas de Vals, Suiça, edifício construido em 1996 pelo arquiteto suiço Peter Zumthor, no local onde há uma fonte de água com qualidades terapêuticas. Se trata de um edifício público, construído pela comunidade local para o seu próprio uso mas que admite a presença de visitantes, já que está associado a um hotel. A sua observação me suscitou um par de pensamentos que gostaria de dividir com os leitores.

Embora economica e socialmente o Brasil esteja a anos-luz de distância da Suiça, a responsabilidade do poder público em relação à qualidade de vida dos habitantes de qualquer lugar é a mesma. Pena que os nossos governantes ainda não se deram conta disso.

Com exceção de algumas iniciativas intermitentes aqui e ali (notadamente em Rio e São Paulo) onde estão os programas de qualificação urbana que vão além dos aspectos mais básicos como transporte, pavimentação, energia água e saneamento? Onde estão as bibliotecas, centros esportivos, de convivência, de saúde, as escolas, etc (um longo etc)?

Por outro lado, a arquitetura em si do edifício de Zumthor, direta e discreta, sem frescuras nem sentimentalismos, buscando resolver o problema e propiciar relações com a luz, com a água, com o céu, faz da experiência de passar algumas horas nesse lugar algo memorável.

Peço perdão pelo trocadilho, mas é refrescante não ver nenhuma relação com alguma moda ou tendência. Isso é arquitetura do mais alto nível.

NOTA 1. As fotos são do arquiteto Manuel Cerdá, de Valencia.
NOTA 2. Dois sites para quem tiver interesse no edifício: www.galinsky.com/buildings/baths e www.therme-vals.ch.

__________________
OBS.: Comentários são muito bem vindos e será um prazer respondê-los mas, por favor, identifique-se (nome + email), para eu poder saber com quem estou me comunicando. Obrigado.

5 comentários:

to disse...

conheço o Kunsthaus Bregenz
http://www.kunsthaus-bregenz.at/
outra obra do Peter Zumthor: ecológica, divinamente bela, ao lado do lago de constanza, sem nenhuma abertura para o lago, mas inserida na vida urbana da cidade austríaca BREGENZ,através da praça gostosa com café e restaurante. (oq o siza aqui não fez)

to disse...

o tour virtual:
http://www.therme-vals.ch/system/modules/ch.mitlinks.vals/pages/valsorama.jsp

Alencastro disse...

Pelo que sei, o hotel é caríssimo...De toda forma, a arquitetura do Zumthor, apesar de belíssima, é limitada e tão delicada quanto a Suíça: não consigo imaginar um estádio de futebol do Flamengo feito por ele. É uma arquitetura de Cantão.
Saiu, pela GG, um livro em português com conferências dele (chama-se Pensar a arquitetura): tão bobinho...Parece o Paulo Coelho, meio metafísico!
Trecho do livro para exemplificar a arquitetura de Cantão: "as casas são configurações artificiais. consistem em pormenores que têm de estar ligados em si"

Edson Mahfuz disse...

Mais uma prova de que, na maioria dos casos, o que um arquiteto tem a dizer deve ser buscado nos seus projetos e construções.

Sérgio disse...

concordo completamente com suas palavras. e é bom saber que existe quem pense assim.

muitas vezes me sinto um "peixe fora d'água" (ou até um louco) neste mundo, diante da adesão incondicional, majoritária e absurda ao mundo do espetáculo e do consumo, que ilude aos que não têm olhos para o que seu texto aqui refere.